»

Posse Responsável

Primeiramente gostaria de agradecer o convite em participar do site e parabenizar o Diogo Vieira Protti pela iniciativa, espero ajudar os leitores no que for possível.
Posse Responsável, nada mais é que, ser responsável por algo que seja seu. Neste caso nossos animais. Gostaria que cada um, proprietário ou futuros proprietários de pets reflitam sobre essa tal Posse Responsável.

Ao obter um pet, considere seu tempo de vida, no caso de cães a média está em 12 anos, converse com a família e veja se todos estão de acordo, se há condições financeiras para mantê-lo, pense nas férias, viagens, feriados prolongados, quem cuidará dele.
Adote pets de abrigos públicos ou privados que estejam castrados, vacinados, vermifugados.
Analise bem as características e necessidades de cada espécie escolhida, como tamanho, espaço onde ele ficará, particularidades, etc.

É de extrema importância manter seus animais dentro dos limites da casa, evite soltar na rua sem guias de contenção, os passeios são muito importantes, mas sempre de coleira, guia, peitorais. Sempre com uma pessoa que tenha força suficiente para contê-lo. Imagina se ele é atropelado, além dos problemas relacionados ao tratamento, se ele não vier a óbito, o proprietário é responsável pelo conserto do carro.

Atenção, eles também necessitam de cuidados específicos, tais como: abrigo adequado, banho, escovação, exercícios, alimentação, abrigo do sol e colchonetes, vacinação, vermifugação.
Sempre que possível leve ao médico veterinário, cuidado com as lendas urbanas, tire suas dúvidas com quem estudou e se especializou nesta área.

Dê atenção, carinho e deixe-o em um ambiente adequado, eduque e se necessário consulte um adestrador, mas sempre respeitando suas limitações.
Recolha e jogue os dejetos (fezes) no lixo, sempre que uma pessoa estiver passeando com seu animal e o mesmo faz seu cocô na calçada observe se essa pessoa recolhe isso é de inteira responsabilidade do dono do animal se isso não ocorrer denuncie isso é questão de saúde pública.

Coloque identificação no animal, placas com nome e telefone, microchip, tatuagem, cadastre-o no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) do seu município e sempre fique atento a legislação municipal e estadual.
Por fim, evite crias indesejadas de cães e gatos. Castre-os, pois é a única maneira segura, eficaz e definitiva no controle da procriação.

Não perca a próxima publicação: VANTAGENS E DESVANTAGENS DA CASTRAÇÃO DE CÃES E GATOS.

2 comentários

  1. Salete Sales

    Adorei sua coluna Pedro.
    Procuro seguir todos os itens básicos para manter minha cachorrinha “Emma” saudável e feliz, pois ela é a alegria da casa.

    1. Diogo Protti

      Olá querida Salete Sales, espero que esteja bem. É exatamente isso que precisamos para nossos animais serem cada dia mais felizes. Proprietários responsáveis. Ainda mais nos dias de hoje que a medicina veterinária está avançada e temos acesso a informação facilmente com a internet. Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *